Investimentos

O que são os Futuros?

Contratos futuros são importantes instrumentos de negociação.

O QUE SÃO OS FUTUROS?

 

Um contrato futuro é um acordo legal pré-pronto negociado embolsa entre duas partes, nas quais ambas concordam em trocar dinheiro por ativos baseados em previsões de preços no futuro.

Os contratos futuros de commodities são negociações de commodities, com preços e datas já definidos para uma entrega no futuro. Eles permitem aos investidores travar preços de um ativo em um período futuro, se livrando da oscilação dele até a data definida.

Se você não está acostumado ao mercado futuro, pode, a princípio, ficar perplexo com a lógica dos contratos Futuros. Para ajudar a esclarecer, aqui estão alguns dos princípios básicos.

 

COMO FUNCIONAM OS FUTUROS?

Para entender a lógica dos contratos futuros, uma abordagem básica é pensar em um fazendeiro e um dono da mercearia. O dono da mercearia sabe que o agricultor terá uma safra de soja a ser colhida em breve, então ele se oferece para comprar 100 sacas de soja em janeiro por 900 reais cada.

Se o agricultor concordar, o contrato foi feito, e cada um espera pelo mês de janeiro. Qualquer que seja o preço da soja em janeiro, o preço definido é o que o dono da mercearia paga.

Um contrato de futuros é um acordo legalmente vinculativo entre duas partes (que podem ser indivíduos ou instituições) no qual elas concordam em trocar dinheiro ou ativos com base nos preços previstos de um índice subjacente.

Futuros não devem ser confundidos com opções de futuros. As opções são derivadas do mercado futuro. As opções são compradas para dar ao detentor o direito, mas não a obrigação, de exercer os termos do negócio de commodities. Em um contrato futuro, ambas as partes têm a obrigação de cumprir sua parte no negócio.

A posição que você assume em uma operação é o preço de compra que você combinou com o vendedor. Os contratos de futuros são negociados dentro do ambiente da B3, podendo ser realizada até pelo Home Broker da sua corretora. É a bolsa que faz a intermediação e garante que ambas as partes cumpram o acordo. É por isso que devem ser respeitadas as regras de risco e Compliance da Bolsa e da corretora que intermedia a negociação. A própria B3 exige margens e garantias para que você sequer possa comprar um contrato futuro.

 

QUANDO VOCÊ PODE NEGOCIAR?

O mercado futuro começa antes do pregão padrão da bolsa, iniciando, atualmente, às 9am horário de Brasília.  Isso permite que a negociação ocorrem para que repórteres e profissionais possam ter uma ideia do sentimento do mercado (a atitude dos investidores sobre os preços e o potencial do mercado).

 

O sentimento do mercado é instável. Se um evento climático inesperado fechar as principais rotas de navegação antes da abertura do mercado de ações, isso pode fazer com os futuros caiam porque os investidores começam a antecipar os problemas. Isso cria a possibilidade de os estoques também caírem assim que o sino de abertura tocar.

 

ALAVANCAGEM

Os futuros possuem alavancagem embutida, o que significa que os negociantes podem usar significativamente menos dinheiro para negociar futuros enquanto recebem retornos ou perdas exponenciais. Isso pode permitir que os negociantes ganhem muito mais dinheiro com as flutuações de preços no mercado do que simplesmente comprando uma ação imediatamente. Esse é um dos maiores atrativos relacionados à negociação desses contratos, uma vez que não há necessidade de se desembolsar o valor do ativo, já que o lucro ou prejuízo é baseado na oscilação do preço do contrato, e de acordo com a posição assumida pelo investidor (como comprador ou vendedor).

 

No entanto, quem estiver negociando contratos futuros, precisa ter realizado o depósito de uma margem de garantia. Essa garantia é uma exigência da Bolsa de Valores, sendo que pode ser depositada em dinheiro (saldo disponível em conta) ou composta por outras aplicações, que podem ser: ações, títulos públicos (Tesouro Direto) ou privados (CDBs) emitidos pela própria instituição onde os contratos estão sendo negociados.

 

Essa margem pode variar diariamente e costuma ter valor diferente para cada tipo de contrato. No caso dos contratos cheios, ou padrões, o valor costuma, por vezes, ser bastante elevado. Por isso, não é de se espantar que esse tipo de ativo acabe afastando pequenos investidores.

Assim sendo, com o objetivo de facilitar o acesso de pessoas físicas e novos investidores a esse tipo de mercado, foi criado o minicontrato futuro.

 

Atualmente, a B3 possibilita a negociação de minicontratos de índice Bovespa, S&P 500, dólar, euro e soja. Eles seguem os mesmos modelos de funcionamento do contrato futuro padrão. No entanto, seu valor representa 20% do contrato cheio.

Como resultado, um trader que acredita que o mercado vá subir, poderia simplesmente adquirir o futuro de IBOVESTA por uma quantia menor de dinheiro e obter um lucro enorme como resultado do fator de alavancagem.

 

Os futuros que estão disponíveis nas bolsas são:

 

Ações e Índice

Índice Bovespa
Índice S&P500
Futuro de Ações

IND e WIN
ISP e WSP
B3SAO e outros

Taxa de Juros

Taxa DI
Taxa Selic
Cupom Cambial de DI
Cupom de IPCA

Moedas

Dólar dos Estados Unidos
Euro
Libra Esterlina
Iene Japonês
Iuan Chinês

Commodities

Boi Gordo
Milho
Café
Soja
Açúcar
Etanol

B3, Modalmais, Red Ridge Research
Red News Logo

Abra sua conta

Comece a formar seu patrimônio hoje mesmo com a assessoria da Red Ridge Investimentos e através de uma das maiores plataformas de investimentos do Brasil, a Genial Investimentos - corretora do banco Plural

Invista!
Red Ridge Logo